.../...

fico suspenso na expectativa

de um pensamento que rasgue o tempo

e me traduza o sonho das árvores



quinta-feira, 9 de setembro de 2010

SE UM DIA …

Se um dia eu perceber
o sentir por ti forjado
olharei para novas nuvens,
rasgarei as neblinas,
e as auroras intangíveis,
procurando explicação,
ou um traço da razão,
que me fez olhar o mar
sem te ver nele a brilhar

Se um dia eu vislumbrar
as rugas da tua dor
abrirei novas fronteiras,
com passadas sem temor
nas paisagens abrasantes,
repletas de brilhantes
lágrimas sem fim, perdidas
por amor da tua entrega

Se um dia eu encontrar
as virtudes que te moldam
na pessoa que tu és
esboçarei um quadro eterno
de flamejante ardor,
e beleza transcendente,
que guardarei só para mim
na dimensão de um sonho puro

Se um dia
a tua alma eu conhecer …


JCE 09/2010

3 comentários:

  1. Nem sei que dizer...
    acho que nem posso comentar,
    apenas imaginar
    o que sentiu
    a quem o poeta o dirigiu....Beijo

    ResponderEliminar